Uma nova maneira de recomendar lugares e serviços em redes sociais


Quem nunca precisou de uma indicação de um restaurante, hotel ou um boteco nos moldes bom, bonito e barato? De uma forma ou de outra, o que está se praticando é o velho e bom boca a boca que é a principal ideia da rede social Kekanto. No último mês, a startup fundada em São Paulo no ano de 2010, vem aperfeiçoando o seu trabalho para se firmar como a principal referência no Brasil em busca de referências sobre lugares e serviços. Prova disso é que nesta sexta-feira lança oficialmente uma ferramenta própria de recomendações que tornará possível fazer aquela indicação totalmente on-line.

Segundo Bruno Yoshimura, co-fundador do Kekanto, qualquer pessoa que conhece um lugar ou um profissional liberal e acessar a página dos mesmos dentro da rede social, pode clicar em Recomendar ou Não recomendar . “A diferença para quem usa Kekanto é que as recomendações são feita com poucos cliques de forma personalizada e direcionadas para seus amigos específicos que tenham perfil no Kekanto ou até mesmo em outras plataformas como Facebook ou Twitter”, afirma Yoshimura. Na destinada para a cidades do usuário da rede social, é possível monitorar quais são os lugares que estão fazendo sucesso em recomendações naquele município .

A implementação da ferramenta de recomendação é a segunda fase de uma série de novidades que o Kekanto traz para seus usuários que colaboraram com feedbacks para melhorias dos recursos desenvolvidos. A primeira foi no início deste mês de abril quando foi anunciada a criação do grafo local. O recurso é uma compilação de avaliações, check-ins, listas e fotos dos melhores locais frequentados por cada usuário.  De acordo com o CEO e co-fundador do Kekanto, Fernando Okumura, a velocidade do boca a boca na internet espalha essas recomendações de forma instantânea. “Quando começamos a procurar alguma coisa, geralmente é em momentos em que a pessoa está prestes a consumir. E a quem recorremos para pedir informações? Para pessoas que conhecemos e confiamos como acontece com aquelas pessoas que usam o Kekanto”, explica Okumura.


Criado por estudantes da Universidade de São Paulo, o Kekanto atua no Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Colômbia, México, Estados Unidos, Canadá, Portugal, Espanha, Itália, França e Austrália. Nesses países é possível trocar opiniões e recomendações sobre lugares e serviços de todas as cidades dessas nações no site. Já com o aplicativo para iPhone, Android e Windows Phone é possível também fazer check-in e fazer buscas personalizadas de lugares que estão próximos dos kekanteiros.

 Via: Imprensa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s